(61) 3963-3501  |  (61) 98162-3111
Referência Galeria de Arte em Brasília
Gu da Cei
Gu da Cei (1)

Gu da Cei

Distrito Federal
, 1996
Artista Representado

Gu da Cei é filho de maranhenses, artista visual, produtor cultural, curador na Galeria Risofloras, bacharel em Comunicação e mestre em Artes Visuais pela Universidade de Brasília. Desenvolve o seu trabalho artístico no âmbito da intervenção urbana, instalação, poesia, performance e vídeo, além de buscar compreender as possibilidades dialógicas entre processos históricos e contemporâneos da fotografia, bem como seus espaços de exibição e circulação. Discute vigilância, imagem, direito à cidade e transporte coletivo. Ganhou Prince Claus Seed Awards 2023 e o 3º Prêmio de Arte Contemporânea Transborda Brasília. Integra a coordenação do Festival Foto de Quebrada e alguns de seus trabalhos também podem ser conferidos no livro “O Direito Achado na Rua: Introdução Crítica ao Direito à Comunicação e à Informação.

obras disponíveis

CO 8896 - Gu da Cei - 42 x 30 cm_site
Território em trânsito
Fotografia
  - 42 x 30 cm
Gu da Cei
Sob consulta
CO 8895 - Gu da Cei - 25 x 20 cm_site
Aqui cabe uma praça
Fotografia
  - 25 x 20 cm
Gu da Cei
Sob consulta
CO 8894 - Gu da Cei - 25 x 20 cm
Face recognition
Fotografia
  - 25 x 20 cm
Gu da Cei
Sob consulta
CO 8893 - Gu da Cei - 25 x 20 cm_site
Face recognition
Fotografia
  - 25 x 20 cm
Gu da Cei
Sob consulta
plugins premium WordPress

Currículo do Artista

EXPOSIÇÕES COLETIVAS 

DATOS+ARTE. Condatos. Montevidéu, Uruguai. 2023.

MUAMBA: Brazilian Traces of Movement. Ruby Cruel. Londres-UK. 2023.

Em Meio #15. Museu Nacional Honestino Guimarães. Brasília-DF. 2023.

O que não vi nas ruas, verei de novo. Galeria Christina Jucá. Brasília-DF. 2023.

Pequena Mostra Maranhão Brasília. A Pilastra. Guará-DF. 2023.

Festival da Fotografia. Museu Nacional Honestino Guimarães. Brasília-DF. 2023.

Panorama da Arte Contemporânea. Bienal de Curitiba. Curitiba-PR. 2022.

DiverCidade. Metrô-DF. Brasília-DF. 2022.

Mostra Curtametralha: cinema e ação. Cine Humberto Mauro. Belo Horizonte-MG. 2022.

Salão Nacional de Arte Contemporânea de Goiás. MAC Goiás. Goiânia-GO. 2022.

Watú não está morto! Instituto de Estudos Brasileiros/USP. São Paulo-SP. 2022.

Uma e muitas Brasílias: Aniversário de 62 anos. Galeria Casa. Brasília-DF. 2022.

Olhares dissonantes. Online. Brasília-DF. 2021.

Festival Hercule Florence de Fotografia. Campinas-SP. 2021.

Entreligar-se. Centro Cultural TCU. Brasília-DF. 2020.

Brasília em obra. Galeria Index. Brasília-DF. 2020.

A exceção e a regra: emergências urbanas. UFBA. Salvador-BA. 2020.

Festival Plural. Brasília-DF. 2020.

Festival Gaiola das Violentas. Brasília-DF. 2020.

Deslocamentos. Galeria Casa. Brasília-DF. 2020.

Triangular: arte deste século. Casa Niemeyer. Brasília-DF. 2019.

Meus Medos. Espaço Cultural Renato Russo. Brasília-DF. 2019.

Brasília Mapping Festival. Museu Nacional Honestino Guimarães. Brasília-DF. 2019.

Grandezas do Ínfimo. Galeria 406. Brasília-DF. 2019.

#17.ART. Museu Nacional Honestino Guimarães. Brasília-DF. 2018.

Catálogo Transborda. A Pilastra. Guará-DF. 2018.

Trajetórias e Derivas. Espaço Cultural Renato Russo. Brasília-DF. 2018.

Transborda Brasilia. Caixa Cultural. Brasília-DF. 2018.

Love Link Synk. Edf. Texas. Recife-PE. 2018.

Ocupatória. Casa da Cultura da América Latina. Brasília-DF. 2018.

Fábrica.Lab. Fábrica de Ideias. Vitória-ES. 2017.
Espaço Híbrido. Casa Monstro. Samambaia-DF. 2017.
TubURBANOS. Casa da Cultura da América Latina. Brasília-DF. 2017.
OcioCidade. Faculdade de Comunicação-UnB. Brasília-DF. 2017.
Intolerâncias Cotidianas. Galeria BCE-UnB. Brasília-DF. 2017.
VI Pós-happening. Galeria Espaço Piloto. Brasília-DF. 2017.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Vigie, corpo-transporte! Galeria Risofloras. Ceilândia-DF. 2022.

PRÊMIOS

Prince Claus Seed Awards. Amsterdã. Holanda. 2023.

50° Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto. Santo André-SP. 2022.

Prêmio FAC Brasília 60. Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. Brasília-DF. 2020.

7° Prêmio EDP nas Artes. Instituto Tomie Ohtake. Seleção. São Paulo-SP. 2020.

17º Território da Arte de Araraquara. Fundart. Araraquara-SP. 2020.

Transborda Brasília – Prêmio de Arte Contemporânea. Brasília-DF. 2018.

OBRAS EM ACERVOS PÚBLICOS

Destino Ceilândia (2019). Casa da Cultura da América Latina. 2019.

Circuito (2016); Imagens de acesso (2020); Paranoia Biometrizada (2020); História de Ceilândia contada por pioneiros (2021). Museu Nacional Honestino Guimarães. 2023.

RESIDÊNCIAS

Conscientizações Críticas Tecnológica. Center for Arts, Design, and Social Research (CAD+SR). Casa do Povo-SP. 2023.

Casulo. Fêmea Fábrica. Campinas-SP. 2020.

Residência Móvel. Casa da Cultura da América Latina. Brasília-DF. 2018.

CURADORIA

Pela quebrada, individual de Dio Carvalho. Galeria Risofloras. Ceilândia-DF. 2022.

obrazilnãoconheceobrasil. deCurators. Brasília-DF. 2021.

Programa Arte Ocupação. Galeria Risofloras/Galeria Index. Brasília-DF. 2021.

Ceilom(bra). Galeria Risofloras. Ceilândia-DF. 2019.

 

Claudio Tozzi

Fique por dentro do mundo das artes

Deixe o seu e-mail abaixo e continue atualizado com o melhor conteúdo sobre arte, nossas novidades e eventos.